sábado, 23 de agosto de 2014

EXCLUSIVO: EMPRESA QUE NEGA COMPRA DO JATO ACIDENTADO TEM OUTRO AVIÃO, QUE EDUARDO TAMBÉM USAVA





A Marina não pegou o avião do Eduardo no último voo, mas o avião do Eduardo vai pegar ela



Texto de Fernando Brito, extraído do Tijolaço:



A empresa Bandeirantes Companhia de Pneus, uma ex-recauchutadora de Pernambuco, que passou a importar e vender pneus chineses, e divulgou ontem nota negando que tivesse arrendado o avião Cessna PP-AFA usado por  Eduardo Campos  em sua campanha e que o matou no acidente da semana passada em Santos  tem outro aparelho, igualmente cedido ao ex-candidato do PSB, de forma irregular.


É o birreator Learjet 45, arrendado do Bank of Utah Trustee, prefixo PP-ASV, que campos usava até o negócio ainda obscuro que lhe proporcionou usar o Cessna mais moderno que acabaria por matá-lo no acidente.

Em maio, o jornal A Tarde, da Bahia, registra o candidato junto ao avião, chegando para uma visita a Feira de Santana.

O registro completo da aeronave, que está ativo e indica que a Bandeirantes ainda o possui pode ser consultado na Anac, usando este link e a matrícula, sem hifen.

A situação está ficando cada vez mais complicada, pois não há explicação plausível para uma pequena empresa (aliás, uma filial da empresa, que mudou formalmente sua sede para uma sala em João Pessoa, na Paraíba) possuir um aparelho destes e ainda se interessar em comprar outro, ainda mais moderno.


Estão chegando muitos documentos e informações, mas este blog manterá sua política de só divulgar aquilo que estiver fartamente documentado, como isto está, pelo Registro Aeronático Brasileiro.


Clique aqui para ler “Comprador do jatinho era sócio de Eduardo ?”





Nenhum comentário:

Postar um comentário