quarta-feira, 3 de junho de 2015

Jornalistas Livres lançam campanha para ampliar mídia independente









A Rede Jornalistas Livres surgiu no dia 12 de março de 2015 da necessidade urgente de enfrentar a escalada da narrativa de ódio, antidemocrática e de permanente desrespeito aos direitos humanos e sociais, em grande parte apoiada pela mídia tradicional. A ideia-força dos Jornalistas Livres é a da colaboração entre todos os comunicadores que defendem e lutam pela ampliação da democracia, bem como dos direitos humanos e sociais conquistados a duras penas pelas camadas mais vulneráveis da população.

"Usamos as redes sociais, não somos remunerados, atuamos única e exclusivamente em nome da paixão que nutrimos pelo jornalismo e seu gênero mais nobre, a reportagem.


Entre nós, coletivos de mídia livre, artistas, jornalistas avulsos, repórteres, editores, fotógrafos e cinegrafistas, não pode existir a competição. Sabemos que, juntos, compartilhando uns aos outros, podemos chegar mais longe, atingir públicos mais amplos, levando informações honestas e de qualidade.

Queremos incluir as vozes, os sotaques, os modos de expressão, as histórias de vida, as alegrias e os lamentos de toda a imensa variedade de formas de vida e sociabilidade humana que se encontram neste país.



Não almejamos a “fala correta”, não seguimos manuais homogeneizadores e excludentes da diferença e diversidade. Somos uma rede inclusiva contra a exclusão somos, por isso, bem diferentes da mídia corporativa, para a qual o ideal de Brasil cabe em um comercial de margarina: branco, hétero, cisgênero, urbano, rico.


Nenhum comentário:

Postar um comentário