sexta-feira, 17 de julho de 2015

EDUARDO CUNHA, O CUNHÃO, TORCE PRAS "CALÇAS" PEGAR FOGO E ESCAPAR NA CONFUSÃO









O rompimento do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), com o governo, na manhã desta sexta-feira 17, "era o que faltava para dar contornos ainda mais dramáticos à crise política e econômica que se alastra pelo Brasil desde o início do ano, deixando a presidente Dilma Rousseff cada vez mais isolada".
A opinião é do jornalista Ricardo Kotscho. Em seu blog, ele pergunta o que Cunha pretende com essa decisão, depois de ter responsabilizado o governo pela inclusão do seu nome nas denúncias da Operação Lava Jato.
"Ele não deverá dar essa resposta em seu pronunciamento no rádio e na TV, claro, pois a dissimulação é uma das suas características, mas só posso imaginar uma explicação: ele quer ver o circo pegar fogo para ver se escapa da Justiça no meio da confusão", escreve Kotscho.




Nenhum comentário:

Postar um comentário