quinta-feira, 27 de agosto de 2015

EX-EDITOR DA GLOBO SOBRE BLINDAGEM A AÉCIO: “ISSO NÃO PODE SER CHAMADO DE JORNALISMO”









O jornalista Antonio Villas, que já trabalhou nos principais jornais do País e foi editor-chefe do programa Fantástico, da Rede Globo, durante dez anos, criticou em sua página no Facebook a omissão do nome do senador Aécio Neves (PSDB-MG) da imprensa depois que o doleiro Alberto Youssef reafirmou, na CPI da Petrobras, que o tucano recebia propina.
"A noticia é esta: Aécio Neves e Sérgio Guerra receberam dinheiro de propina, segundo revelação feita ontem pelo doleiro Alberto Youssef. VillasNews está oferecendo um doce para quem encontrar a noticia na primeira página da Folha de S.Paulo ou de O Globo. E uma lupa para que você encontre a notícia no interior dos jornais. Bom trabalho! Isso não pode ser chamado de Jornalismo. Ainda mais com J maiúsculo", postou Villas.
Ele resgatou, abaixo do texto, as capas da Folha de S. Paulo e do Globo desta quarta-feira:



Nenhum comentário:

Postar um comentário