quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Movimentos populares se unem amanhã, dia 20, em ato “a favor da liberdade, democracia e direitos”









Diversas organizações estão convocando uma manifestação unificada para amanhã, quinta-feira (20). O ato organizado por movimentos populares tem como foco denunciar as atuais políticas de austeridade do governo federal, a “guinada conservadora” comandada pelo presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e afirmar que, “a saída da crise é pela esquerda”. A mobilização ocorrerá em todo o país, e no Recife será na Praça do Derby, a partir das 15 horas, seguindo em caminhada até a Praça da Independência (Pracinha do Diário).
A crítica contra o ajuste fiscal pede “que os ricos paguem pela crise”, como informa o manifesto que convoca o protesto, apontando, também, a taxação de grandes fortunas, dividendos e remessas de lucros e auditoria da dívida pública, como alternativas para aliviar a economia.
O documento defende ainda que a saída da crise “deverá ser pela esquerda”, e convoca a população para lutar por reformas: “é preciso enfrentar a estrutura de desigualdades da sociedade brasileira com uma plataforma popular”, enfatiza o texto.
O ato é assinado por diversas organizações, entre elas grupos estudantis, coletivos, movimentos por moradia e centrais sindicais, além entidades religiosas.
. Entre as agremiações partidárias, PSOL e PcdoB apoiam o a manifestação.
A convocatória nas redes sociais para o ato pode ser encontrado aqui.



Nenhum comentário:

Postar um comentário