quarta-feira, 2 de setembro de 2015

CRISE NA GLOBO PODE LEVAR À DEMISSÃO DE 300 JORNALISTAS





Instalações da Globo São Paulo


Segundo o Portal Imprensa mais de quarenta jornalistas já foram desligados das redações de O Globo e Extra. Entre os profissionais dispensados estão Marceu Vieira, Pedro Dória, Luciana Fróes, George Vidor, Pedro Motta Gueiros, Aydano André Motta, Ana Claudia Costa, Isabel de Luca, Helena Celestino, Tatiana Farah, Bruno Amorim e Sérgio Ramalho.


O grupo realiza uma reestruturação com redefinição de cargos e departamentos em meio à crise econômica do país. A medida ocorre em meio à crise no setor, uma vez que veículos como O Dia, Brasil Econômico, Terra, Grupo Bandeirantes e Agência Estado promoveram cortes nos últimos meses. 

A assessoria do Infoglobo confirmou que a empresa passa por um processo de reorganização interna que exige uma adequação ao cenário atual do mercado de comunicação. No entanto, garante que a mudança na estrutura da empresa implica na reorganização de diversas áreas, incluindo realocação de profissionais, redefinição de cargos e títulos e também no desligamento de profissionais de diferentes setores. Como trata-se de um movimento estratégico, a Infoglobo não informará detalhes ou números da operação no momento.

No início do ano, trinta profissionais da área de redação (editores, repórteres e diagramadores) foram dispensados de O Globo, como o colunista Arthur Xexéo e a editora-assistente de "Rio", Angelina Nunes.



Nenhum comentário:

Postar um comentário