quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

CERVERÓ PÕE GOVERNO FHC NA LAVA-JATO










O colunista Kennedy Alencar destacou nesta quarta-feira, 9, que Nestor Cerveró, ex-diretor da área internacional da Petrobras, contou que, quando Delcídio era diretor de Óleo e Gás da Petrobras no governo FHC, o senador recebeu propina de US$ 10 milhões da Alstom. 


"Cerveró faz uma primeira ligação concreta da Lava Jato com o governo FHC. Pedro Barusco, ex-gerente da Petrobras, já havia dito que havia corrupção na estatal antes da chegada do PT ao poder", afirma Kennedy. Ele lembra que a Alstom já apareceu mal na fita em contratos com o governo do PSDB em São Paulo, acusada de corrupção.


"Agora, Cerveró oferece um fato que, se confirmado numa delação de Delcídio, poderá afetar o discurso duro que o PSDB faz em relação ao PT por causa da corrupção na Petrobras. É um dado importante em meio à guerra do impeachment", afirma. 





Nenhum comentário:

Postar um comentário