domingo, 11 de setembro de 2016

O SILÊNCIO DESMORALIZANTE DO STF SOBRE OS VAZAMENTOS DOS GRAMPOS ENVOLVENDO JUCÁ, RENAN E SARNEY




                        A evolução do STF

Ainda vai chegar um determinado momento em que o próprio Aécio Neves pedirá a Gilmar Mendes para parar de protegê-lo de maneira tão acintosa.

GM é como aqueles pais torcedores descontrolados em jogo de futebol do filho. No começo, o menino gosta. Depois, dado o constrangimento geral, ele implora para que o sujeito fique quieto e vá para casa para evitar que ele apanhe dos demais.

Essa situação é comparável com Aécio e seu guarda-costas, Gilmar Mendes. Na manhã de quarta, 26, Gilmar solicitou que a Procuradoria Geral da República reavaliasse um segundo pedido de abertura de inquérito contra Aécio.

Gilmar pede que Janot informe se considera mesmo necessário levar adiante as apurações. A investigação envolve também o prefeito do Rio, Eduardo Paes, e o deputado Carlos Sampaio, uma espécie de Janaína Paschoal de saias.

Há duas semanas, Gilmar já havia feito isso num pedido de abertura de inquérito contra o amigo, a respeito de Furnas. Mandou paralisar tudo e pediu um parecer de Rodrigo Janot sobre a necessidade das apurações.




Nenhum comentário:

Postar um comentário