domingo, 11 de setembro de 2016

Postado no Facebook em 05 de junho/2016 - MORO MANDA BARRAR OFENSIVA SOBRE OS 100 MAIORES BENEFICIÁRIOS DA LEI ROUANET, DEPOIS QUE SE CONSTATOU QUE A PRÓPRIA REDE GLOBO, UM AMIGO DE AÉCIO E PEDRO BIAL ESTÃO ENTRE ELES.





Rodolfo Vasconcellos 5 de junho próximo a Recife ·
 
MORO MANDA BARRAR OFENSIVA SOBRE OS 100 MAIORES BENEFICIÁRIOS DA LEI ROUANET, DEPOIS QUE SE CONSTATOU QUE A PRÓPRIA REDE GLOBO, UM AMIGO DE AÉCIO E PEDRO BIAL ESTÃO ENTRE ELES.


O juiz Sérgio Moro, da Lava Jato, mandou anular nesta sexta-feira, 3, o pedido da Polícia Federal ao Ministério de Transparência e Gestão para levantar os 100 maiores receptadores/captadores de recursos via Lei Rouanet, divulgado pelo Estado nesta manhã.

O magistrado apontou em sua decisão que a apuração “se pertinente”, deve ser feita em um inquérito à parte na Lava Jato e com “objeto definido” para evitar tumultuar a investigação. Ainda de acordo com Moro, a solicitação precisa antes de uma autorização judicial dada por ele. O ofício encaminhado na segunda-feira, 30, ao Ministério foi repassado diretamente pelo delegado Eduardo Mauat, da força-tarefa da Lava Jato.

A Lei Rouanet foi criada no governo Fernando Collor (PTC/AL), em 1991.


Rodolfo Vasconcellos
Rodolfo Vasconcellos 31 de maio próximo a Recife ·
 
CNJ ARQUIVA PROCESSO DE MORO POR CONDUÇÃO COERCITIVA DE LULA.


A corregedora nacional de Justiça, ministra Nancy Andrighi, arquivou mais duas representações movidas contra o juiz Sérgio Moro, entre elas a que questionava a legalidade da condução coercitiva do ex-presidente Lula; com isso, seguem tramitando na Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) apenas duas das 14 representações apresentadas contra Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância.


Rodolfo Vasconcellos
Rodolfo Vasconcellos 7 de abril ·
 
O DUELO AO POR DO SOL ENTRE LULA E MORO


Em que momento a onda pró-impeachment começou a refluir?
Olhadas as coisas em retrospectiva, foi nos dias em que Moro colocou no ponto máximo sua perseguição a Lula, primeiro com o depoimento coercitivo e depois com a divulgação, pela Globo, dos grampos.
Isso quer dizer o seguinte: involuntariamente, Moro contribuiu poderosamente para que a tentativa de golpe fosse perdendo força contra todas as expectativas de até pouco tempo atrás.
Moro cometeu um pecado de superavaliação e um pecado de subavaliação. Provou não ser um bom observador.
Ele superavaliou a si próprio e à Globo. Imaginou que a retaguarda da Globo lhe daria salvo conduto para cometer todo tipo de barbaridade.
E ele subestimou Lula. Imaginou que poderia fazer o que quisesse com Lula sem que houvesse resposta da militância petista e, mais que ela, de todos os brasileiros incomodados com abusos policialescos na condução da Lava Jato.
A Globo é menos do que Moro pensava ser. E Moro agora é quase nada.
E Lula é mais. Essa combinação explica o começo do fim do golpe.
Texto do DCM.


Rodolfo Vasconcellos
Rodolfo Vasconcellos 28 de março ·
 
APINHADA DE MERCENÁRIOS TRAVESTIDOS DE GRANFINOS JORNALISTAS, A REDE GLOBO MANTÉM SEM MUTAÇÕES SEUS GENES GOLPISTAS E SUA HISTÓRIA DE LUTAS PLATINADAS CONTRA O POVO MAIS SIMPLES DO NOSSO BRASIL
QUANDO O PAU QUEBRAR PRÁ VALER, OS HERDEIROS VÃO PARA LUGAR INCERTO E DESCONHECIDO, DEIXANDO ÀS MÃOS DO POVO OS SEUS BAJULADORES.


Rodolfo Vasconcellos
Rodolfo Vasconcellos 9 de março ·
 
MARCO AURÉLIO TEME CONFLITO NAS RUAS E CADÁVER


"Sim, receio um conflito. Receio, inclusive, o surgimento de um cadáver. E a História revela o que leva a esse surgimento", afirmou o ministro do STF Marco Aurélio Mello, sobre as manifestações contra o governo Dilma marcadas para o próximo domingo 13; grupos pró-governo também ameaçaram ir para as ruas, mas recuaram; Marco Aurélio defendeu que manifestantes contra a e favor do governo realizem suas manifestações em dias separados; "As manifestações devem ocorrer porque estamos num Estado Democrático de Direito. Mas que cada um tenha o seu dia. Não interessa ao povo brasileiro o conflito", disse.


Rodolfo Vasconcellos
Rodolfo Vasconcellos 5 de março ·
 
O DIA EM QUE LULA, COM O POVO AO SEU LADO, MOSTROU QUE É MAIS FORTE QUE A GLOBO E ESSA JUSTIÇA NAUSEANTE


Salva da bancarrota pelo ex-presidente Lula, a Globo imaginava que esta sexta-feira 4 seria seu dia de glória; empenhada em destruir o ex-presidente mais popular da história do País, numa luta que já quebrou o setor de engenharia e vem arruinando o País, a Globo esperava celebrar a prisão de Lula; beneficiária de mais um vazamento ilegal, a Globo anunciou um "dia especial", por meio do Twitter de Diego Escosteguy; depois, alguns de seus colunistas, como Eliane Cantanhêde, decretaram a morte do PT; o que se seguiu, ao longo do dia, foi uma reversão total das expectativas da família Marinho; abusos da Operação Lava Jato foram denunciados por governadores, ministros do STF e pela presidente Dilma Rousseff; além disso, o ataque vil a Lula e todos os seus familiares acendeu a faísca da reação popular, que mobilizou sindicatos, movimentos sociais e simpatizantes; nas ruas, repórteres da Globo tiveram de trabalhar sem identificação para não serem agredidos pela população; para completar o quadro, Lula anunciou que agora, irá lutar para voltar ao poder; "Se quiseram matar a jararaca, não bateram na cabeça. Bateram no rabo e a jararaca está viva".
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário