domingo, 11 de setembro de 2016

Postado no Facebook em 29 de abril/2016 - A CAFAJESTE DA MIRIAM LEITÃO PRESSIONA PELA SAÍDA DE EDUARDO CUNHA.



Rodolfo Vasconcellos 15 de junho próximo a Recife ·
 
TEORI DÁ CINCO DIAS PARA CUNHA SE MANIFESTAR SOBRE PEDIDO DE PRISÃO


O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), ainda não decidiu sobre a prisão do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Por conta do vazamento do pedido da Procuradoria Geral da República, Zavascki determinou prazo de cinco dias para a defesa de Cunha se manifestar e ainda retirou o sigilo do processo. O prazo começa a contar a partir da publicação da decisão do Diário Oficial.

Na tarde desta terça-feira (14/6), o Conselho de Ética da Câmara aprovou, por maioria, o parecer de cassação. A recomendação pela perda do mandato de Cunha segue para o Plenário. Em plenário são necessário pelo menos 257 votos a favor da cassação, independente do quorum presente.


Rodolfo Vasconcellos
Rodolfo Vasconcellos 29 de abril ·
 
A CAFAJESTE DA MIRIAM LEITÃO PRESSIONA PELA SAÍDA DE EDUARDO CUNHA.


HÁ ANOS CUMPRE ORDENS PARA PARTICIPAR DO GOLPE QUE ESTÁ EM CURSO ADIANTADO, E AGORA VEM TIRAR ONDA COM A CARA DA GENTE DE QUE CUNHA NÃO TEM MAIS CONDIÇÕES DE CONTINUAR NO CARGO.

POR QUE SÓ AGORA? PORQUE UM DOS OBJETIVOS JÁ FOI ALCANÇADO?

“O presidente da Câmara, diante dos olhos da Nação, está interferindo há seis meses nos trabalhos do Conselho de Ética que tenta julgá-lo. E não há nada que se possa fazer. Enquanto durar o afastamento da presidente Dilma, o país terá um presidente com o qual nada poderá acontecer, do contrário teremos que viver o inadmissível que é ter Eduardo Cunha na Presidência”, diz a colunista Miriam Leitão.
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário