sábado, 8 de outubro de 2016

A COVARDIA DE MORO, A PERDA DE CREDIBILIDADE DOS PROCURADORES DA LAVA JATO, E O MEDO DE PRENDER O EX-PRESIDENTE LULA






Por que Moro não prendeu ainda Lula?

É evidente que este é o objetivo supremo na Lava Jato.

A resposta é mais simples do que muitos suporiam: medo. Sim, medo.
Moro é valente. Mas não é louco.

A grande questão é: o que aconteceria caso Lula fosse preso? Uma convulsão social, talvez?

Lembremos a reação à ordem coercitiva para que Lula depusesse. Seguiu-se um caos. A militância lulista foi às ruas.

Moro piscou. De lá para cá, para piorar as coisas para ele, Moro perdeu muito de seu prestígio como justiceiro. Acabou-se o que parecia ser uma unanimidade na crédula, conservadora classe média brasileira. O homem de ferro não foi capaz nem de lidar com Claudia Cruz.

A verdade é que ninguém sabe as consequências que viriam da prisão de Lula.

O governo Temer já é suficientemente frágil para suportar um levante nas ruas em nome da liberdade de Lula.

Provavelmente cai. E com ele Moro e a Lava Jato como os conhecemos.
Daí a relutância, o cuidado com o caso Lula.

Numa palavra, é paúra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário