domingo, 12 de março de 2017

GILMAR MUDOU... ACUSA DILMA



E o mundo ficou diferente quando as denúncias atingiram seus coligados do PSDB


A presidente eleita Dilma Rousseff questionou o duplo padrão moral do ministro Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, que passou a relativizar o caixa dois do PSDB depois que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) foi delatado num esquema de R$ 9 milhões, pagos clandestinamente pela Odebrecht, a ele e outros envolvidos no golpe de 2016, como o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) (saiba mais aqui).
 
"Por que será que ele fala sobre isso agora? É muito interessante. Eu passei uma campanha eleitoral e não escutei nada disso. Agora, como o assunto não tem como deixar de chegar ao PSDB, e já chegou, falam essas coisas", afirmou Dilma na Suíça.

Dilma se disse ainda vítima de uma conspiração política que não trouxe paz nem desenvolvimento ao Brasil. "Vivemos uma situação indefinida no Brasil e ninguém sabe como as coisas vão se desenrolar", afirmou. 
 
Em vários eventos, ela foi recebida como autoridade, numa indicação de que, para boa parte da comunidade internacional esclarecida, ela ainda é a presidente legítima do País.
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário