sexta-feira, 14 de abril de 2017

MARINA SILVA CHAMA DALLAGNOL PRA REDE



Futuro Pastor e atual coordenador da força tarefa da Lava Jato, Dallagnol vive recluso vagando apenas entre uma igreja e outra a procura de ouvintes, já que seu "serviço" prestado à mídia está concluso.



Líder da Rede Sustentabilidade, Marina Silva trabalha para atrair integrantes do Judiciário.
 
O juiz Márlon Reis, um dos redatores da Lei da Ficha Limpa, deve concorrer ao Senado pelo Maranhão. A sigla também quer que o delegado aposentado da PF, Jorge Pontes, ex-Interpol, dispute vaga na Casa pelo Rio. Em passo ainda mais audaz, sonha filiar o chefe da PF, Leandro Daiello, e Deltan Dallagnol, coordenador da Lava Jato.

"Os ex-ministros do STF Ayres Britto e Joaquim Barbosa também são mencionados como alvos. Aliados dizem que Marina é extremamente cautelosa nas conversas e nunca faz sondagens.

Integrantes do partido dizem que a ex-senadora apenas ressalta a importância de uma atuação política institucional. Essa linha de discurso teria sido usada por ela, por exemplo, em conversa com Dallagnol, há cerca de dois meses.

Procurada, a assessoria da força-tarefa nega que Dallagnol tenha sido sondado. A assessoria de Daiello vai além e nega qualquer conversa nesse sentido."

Nenhum comentário:

Postar um comentário