domingo, 21 de maio de 2017

COM AJUDA DE JOESLEY, POLÍCIA FEDERAL COLOCOU CHIP EM MICHEL TEMER



Introdução de chip



Entre as preocupações de Michel Temer com as revelações de que cometeu corrupção, associação criminosa e obstrução da Justiça, feitas pela JBS, está o temor de que os chips implantados na mala com R$ 500 mil em propina entregue ao deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) provem que ele recebeu o dinheiro.
 
É o que revela o colunista Lauro Jardim, do Globo, neste domingo, 21. Leia a nota:

"O medo do Planalto

Um dos grande temores de auxiliares de Michel Temer é que os chips na mala de dinheiro entregue a Rodrigo Rocha Loures ou o uso das notas marcadas em meio à propina compliquem a situação do presidente. Embora Temer siga dizendo que não recebeu propina alguma, assessores do Palácio do Planalto temem que a Polícia Federal consiga identificar que, de alguma maneira, o dinheiro chegou até ele." 

A Polícia Federal já investiga se a propina paga ao deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) foi repassada a Michel Temer. Em depoimento à Procuradoria Geral da República (PGR), o executivo Ricardo Saud afirmou que tem "certeza absoluta" que o suborno foi destinado a Temer. Indagado pelos procuradores a confirmar a afirmação, o executivo da J&F é taxativo. "Com as minhas palavras, eu tenho certeza absoluta que nós tratamos propina com o Temer. Nós nunca tratamos propina com o Rodrigo. O Rodrigo foi um mensageiro que Michel Temer mandou pra conversar com a gente, pra resolver os nossos problemas e pra receber o dinheiro dele. "

Nenhum comentário:

Postar um comentário