quarta-feira, 17 de maio de 2017

TEMER E AÉCIO SÃO GRAVADOS PELA JBS E PEDIDO DE IMPEACHMENT JÁ É PROTOCOLADO NA CÂMARA



BOMBA ATÔMICA:
JBS DELATA TEMER, AÉCIO E COMPRA DO SILÊNCIA DE EDUARDO CUNHA.
PEDIDO DE IMPEACHMENT DE TEMER JÁ FOI PROTOCOLADO NA CÂMARA.


Donos da JBS, o empresário Joesley Batista e seu irmão Wesley foram ao STF fazer uma denúncia explosiva ao ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato; eles têm gravações de Michel Temer dando aval para a compra do silêncio de Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara e deputado cassado, hoje condenado e preso; já o senador Aécio Neves (PSDB-MG) foi gravado pedindo R$ 2 milhões a Joesley; o dinheiro foi entregue a um primo do presidente do PSDB, numa cena devidamente filmada pela Polícia Federal, segundo denúncia feita pela Globo.

Após uma delação bomba contra Michel Temer, o deputado federal Alessandro Molon (Rede-RJ) protocolou nesta noite desta o primeiro pedido de impeachment contra o presidente; o peemedebista foi flagrado em uma ligação incentivando o empresário Joesley Batista, da JBS, a pagar uma mesada a Eduardo Cunha para que ele ficasse em silêncio na prisão; "Agora a bola está com Rodrigo Maia", disse Molon, em referência ao presidente da Câmara, que é encarregado agora de aceitar ou rejeitar o pedido e criar uma comissão para discutir o documento; Molon também pede eleições diretas; "Não há a menor condição de este Congresso escolher o próximo presidente da República, essa decisão tem que ser do povo".

Nenhum comentário:

Postar um comentário