sábado, 3 de junho de 2017

AÉCIO SERÁ PRESO NOS PRÓXIMOS DIAS, PRA DESESPERO DE SERGIO MORO



AMOR PRA 500 ANOS



O jornalista Joaquim de Carvalho, do Diário do Centro do Mundo, pergunta se a prisão do ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) também implicará na detenção de Michel Temer e do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG). Dois fatos unem Aécio a Loures. Um é o corruptor – Joesley Batista. O outro é o governo da república, que ambos, na proporção de poder de cada um, movimentaram ou movimentam", destaca Carvalho.

"No pedido de prisão de Aécio, o procurador Rodrigo Janot cita dois favores prestados por Aécio: a liberação de créditos de R$ 12,6 milhões de ICMS da JBS Couros e de créditos de R$ 11,5 milhões de ICMS para uma empresa ligada à Seara, comprada por ele", diz o jornalista.

"Aécio já poderia ter sido preso, na única hipótese prevista na Constituição para políticos com foro privilegiado: o delito flagrante, pois a ação controlada nada mais é do que o adiamento da prisão para coletar mais provas.(...) E agora o mais grave: o crime continua acontecendo, na medida em que Temer tirou o ministro que Aécio considerou "peba" e colocou outro, que já estuda mudanças na Polícia Federal", ressalta o texto.

"Não era isso que Aécio disse a Joesley que precisava ser feito? E, ao que parece, está sendo feito. Tudo diante dos nossos olhos. E Aécio continua solto", dispara Carvalho. O jornalista também observa que Michel Temer tinha Loures como homem de confiança e que o ex-parlamentar mudou de advogado.

"O novo advogado Cézar Roberto Bitencourt, assumiu a causa depois de escrever dois artigos, publicados no site Conjur, em que defende a tese de que, na conversa com Joesley Batista, Temer não cometeu nenhum crime – nem obstrução da justiça muito menos prevaricação – e considerou a ação do Ministério Público Federal de flagrante forjado", diz Carvalho em sua análise.

"Com ou sem manobra jurídica, o lamaçal está tão exposto que a prisão de Loures hoje parece ser a prévia do que acontecerá – talvez num tempo muito mais curto do que se supõe: Aécio e Temer entrando na carceragem da Polícia Federal", ressalta o jornalista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário