quarta-feira, 12 de julho de 2017

CARMEN LUCIA DIZ QUE "É LEGAL" COMPRA DE VOTOS POR TEMER NA CCJ



COM O STF DESMORALIZADO, ENVOLVIDO NO TOMA LÁ DÁ CÁ: "NÓS DEIXAMOS PRESCREVER E VOCÊS ESCREVEM QUE AUTORIZAM NOSSOS REAJUSTES SALARIAIS DE 50%" A PRESIDENTE CARMEN LÚCIA DEIXA A ESCULHAMBAÇÃO ROLAR SOLTA NA COMPRA DE VOTOS NA CÂMARA DOS DEPUTADOS


A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, negou nesta terça-feira 11 pedido feito pelo deputado Delegado Waldir (PR-GO) para suspender as trocas de parlamentares na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados; as trocas foram feitas por partidos aliados ao governo Temer, a fim de conseguir votos na comissão para rejeitar o parecer do deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ) pela admissibilidade da denúncia por corrupção passiva contra o peemedebista; no mandado de segurança, Delegado Waldir alegou que o PR não poderia substituí-lo por outro deputado na comissão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário