quinta-feira, 7 de setembro de 2017

O SALÁRIO DE MORO, ACIMA DO TETO, FAZ PARTE DE UM ESQUEMA GENERALIZADO E PERIGOSO DE CORRUPÇÃO




ESTE É O ÍNCLITO JUIZ SERGIO MORO
O professor universitário Fabiano Kenji Nohama pesquisou mês a mês o salário que Sergio Moro recebeu desde janeiro de 2015 e mostra com números que a maior celebridade do Poder Judiciário é contumaz na ação de furar o teto constitucional.
Ao votar contra o aumento de 16,38% no salário dos ministros do Supremo, Barroso disse que considera uma “fraude” salários pagos acima do teto.
Moro teve vencimentos brutos acima do teto em todos os 32 meses pesquisados pelo professor Fabiano. Em cinco meses, o salário líquido foi superior a R$ 50 mil. Em dois, maior do que R$ 60 mil. Em um mês — dezembro de 2016 —, ultrapassou os R$ 100 mil.


Nenhum comentário:

Postar um comentário