sábado, 21 de outubro de 2017

O RECRUDESCIMENTO DA ESCRAVIDÃO NO BRASIL E O GOLPISTA TEMER



PARA O GOLPISTA TEMER, TRABALHAR SEM DIREITO A ÁGUA POTÁVEL, SEM SALÁRIO E COM A CARTEIRA DE TRABALHO RETIDA NÃO É ESCRAVIDÃO.

Em entrevista nesta sexta, Michel Temer minimizou as condições degradantes a que trabalhadores foram submetidos em uma fazenda, afirmando que a configuração de trabalho análogo à escravidão fora feita pela falta de uma saboneteira; o ponto citado por Temer, porém, era apenas um trecho de uma fiscalização que envolveu outros 43 autos; na fiscalização em questão, foi constatada desde falta de água potável para os trabalhadores a atraso de salários, passando por retenção de carteira de trabalho.



Nenhum comentário:

Postar um comentário