quarta-feira, 23 de março de 2011

FICHA SUJA - E o Ministro Luiz FUXDEU com a Pátria

.
.
.
.
.
.
A melada do ano, ou: como FUXder a Justiça.
.
Cuidado quando ele fizer essa boquinha...
. 
.
O novo ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, votou agora há pouco contra a aplicação da Lei da Ficha Limpa nas eleições do ano passado. A norma, que barra a candidatura de consagrados bandidos já condenados por decisões de colegiados, entrou em vigor em junho de 2010.
.
.

Dane-se, ministro!
.
Danem-se seus argumentos para trazer de volta à cena política brasileira o que há de pior, de mais horrendo, de mais nojento, e que dela havia sido removido pela vontade senhoril do povo deste País.
.
Não aceitamos seus elogios à nossa iniciativa popular e muito menos a afirmação de que as regras constitucionais precisam ser respeitadas. 
.
E os outros cinco ministros que votaram a favor da validade da Lei já para esta eleição que passou, desrespeitaram a Constituição? A quem deve servir a Constituição, ministro?
.
Seu respeito maior, pobre ministro, deveria ser com o povo, que na sua grande maioria não  ganha nem 10% do seu salário e torce desesperadamente para ver este enorme país tornar-se também uma grande Nação.
.
Seu respeito deveria ter sido com a vontade popular de afastar bandidos de dentro do Congresso Nacional, Assembléias Legislativas e Câmaras de Vereadores, onde há a maior concentração de salteadores por metro quadrado do mundo.
.
Com essa votação, ficou muito clara a divisão do colegiado do supremo tribunal federal em dois grupos: um comandado por Gilmar Mendes, e um outro encabeçado por Ricardo Lewandowiski e Carmem Lúcia. Todos esperávamos que os motivos que orientariam suas decisões seriam as mesmas deste segundo time: a Pátria e a honradez antes de qualquer argumento caprichosamente selecionado.
.
Danem-se seus argumentos, ministro! Todos sabemos que o voto, em questões como essa da validade ou não do Ficha Limpa para as eleições de 2010, é exclusivamente de foro íntimo. Os argumentos, tanto para quem votou a favor quanto para quem votou contra, são encontrados aos montes na nossa Constituição e na jurisprudência nacional.
.
Começou mal,  ministro.
.
Começou tirando o sono de milhões de brasileiros que sempre voltam a alimentar alguma esperança nos que detêm o poder de fazer o melhor por esse Brasil, mas acabam protegendo os cafajestes que lhes cercam.
.
Dane-se ministro.
.
.
.
.
.
.

Luciano Huck Pede a Obama Para Virar Hulk de Verdade

.
.
.
.
.
.
.
.

Num Teatro Municipal completamente tomado por convidados puxa-sacos - a maioria de funcionários, jornalistas e apresentadores da Rede Globo - Luciano Huck, com Angélica e Joaquim (o mais politizado da família, segundo a mãe) a tira-colo, tentava a todo custo fazer chegar a Obama recadinhos disparados através de aviõezinhos de papel que os seguranças pisavam e esfregavam contra o tapete como se fossem pontas de cigarro.
.
Nos recadinhos, o pedido para virar Hulk definitivamente, e servir a "sua majestade"

.
.
.
.
.
.
.