segunda-feira, 21 de maio de 2012

Norte Americanos Presos no Haiti por Comandar Tentativa de Golpe







Dois cidadãos estadunidenses foram detidos por organizar a marcha ilegal/ Foto: AP



O primeiro-ministro do Haiti, Laurent Lamothe, anunciou que foi desarticulado em Porto Príncipe (capital haitiana) um acampamento utilizado por grupos paramilitares que defendem a restauração do Exército, dissolvido em 1994 pelo governo do ex-presidente Jean-Bertrand Aristide e o pagamento de pensões. Entre os detidos, estavam dois estadunidenses acusados de organizar uma marcha ilegal em defesa dos paramilitares.

Lamothe informou ainda que o acampamento era na região de Lamentin, um subúrbio da capital haitiana. Antes da operação, a polícia prendeu 53 pessoas que participaram sexta-feira (18), na capital, de uma marcha a favor dos paramilitares que deixou diversos feridos..

De acordo com as autoridades do Haiti, 3% dos participantes dos grupos paramilitares são ex-militares e o restante jovens que aderiram ao movimento. No grupo dos detidos há dois cidadãos norte-americanos, segundo o secretário da Segurança, Réginald Delva.

O porta-voz da Embaixada dos Estados Unidos no Haiti, Jon Piechowski, confirmou a detenção dos dois indíviduos, mas não deu detalhes.

O presidente Michell Martelly manifestou seu desejo de reconstruir as forças armadas, mas de maneira legal. Neste sentido, há alguns dias pediu a união e solidariedade e prometeu um “Haiti livre” no final de seu mandato de cinco anos.