sábado, 5 de julho de 2014

Coice Criminoso do Pangaré ZUÑIGA tira Neymar da Copa





O abate. 



O vídeo lá embaixo está em câmera lenta. O coice traiçoeiro desse animal de nome Zúñiga, não foi o único que ele desferiu contra nossos jogadores. Antes, ainda no primeiro tempo, ele cravou os dentes de alumínio da sua chuteira no joelho de Hulk.




No joelho de Hulk

O juiz, ao que parece, fazia parte desse complô, porque não é possível que nesses dois lances o brutamontes não tenha sequer recebido um único cartão. Ele merecia o amarelo no lance do Hulk e o vermelho no de Neymar.
Tenho defendido Neymar de comentários maldosos dessa nossa mídia impatriótica (como Leonardo Boris da CBN Recife>http://rodolfovasconcellos.blogspot.com.br/2012/11/mais-um-da-cbn-nos-decepcionar.html). Neymar luta para chegar onde chegou desde seus minguados 8 anos. Toda essa grana, todo esse reconhecimento mundial, toda essa tietagem que deixa namorados e noivos inseguros aplaudindo o coice do colombiano, não caiu do céu de repente.
Seu comportamento de garotão quando comemora seus gols, seus esperados novos penteados, suas participações em shows de amigos músicos, seus presentes aos amigos de infância, sua presença de pai com seu filho da primeira namorada, contrasta com a conduta de muitos ex-craques brasileiros envolvidos com drogas pesadas e seus traficantes.
Revejam o lance do coice traiçoeiro e percebam que, já estando no ar voando em direção às costas de Neymar, Zúñiga aplica a joelhada, aumentando ainda mais a velocidade e a força do golpe.



O Pangaré

Como podem nossos comentaristas dizer que não têm certeza se houve má intenção em ferir gravemente Neymar? Pra mim está claro que ele agiu criminosamente.
Um animal com "uma cara daquela, com um nome que mistura "zumbi com "briga", com físico e atitude de Hiena, estava atrás de aparecer, mesmo que tendo que desnudar toda a sua brutalidade, toda a sua incapacidade como atleta, em todos os jornais do mundo... E conseguiu. Fez isso da forma mais covarde que é atingir desavisadamente e pelas costas alguém que nunca lhe fez mal. A não ser que ele considere uma agressão a metida de bola por entre as pernas (foto abaixo), provocando a reação de um golpe "nos países baixos" de Neymar.




A "caneta"

A Fifa anuncia que vai examinar essa agressão covarde que tirou Neymar da Copa do Mundo. Imagens e informes serão avaliados a partir deste sábado e o caso será examinado pelo Comitê de Disciplina da entidade, no Rio de Janeiro. Enquanto isso, assessores legais próximos à CBF já examinam a possibilidade de pedir à Fifa que abra uma investigação contra o “jogador” colombiano Juan Zuñiga, que tirou Neymar da Copa do Mundo.
A meta dos brasileiros é a de conseguir uma punição equivalente ao que o jogador uruguaio Luis Suárez obteve depois de morder um adversário. A joelhada não foi vista pelo árbitro e o jogo seguiu, sem mesmo uma falta. Mas a porta-voz da Fifa, Delia Fischer, confirmou na noite de sexta-feira que a entidade aguarda o relatório do árbitro e ainda vai colher material para investigar o caso. "Vamos reunir e analisar o material necessário com o objetivo de avaliar o caso", declarou Fischer.
Assim que os exames revelaram a gravidade da contusão, os advogados entraram em ação para estudar todas as possibilidades legais. O lance representou o fim da participação do craque brasileiro das semifinais e eventualmente de uma grande final no Maracanã.

A avaliação é de que se, por uma mordida que sequer tirou o adversário do Mundial, um lance que coloca em risco outro atleta deveria ter, no mínimo, o mesmo nível de punição. Suárez foi punido com nove partidas de suspensão, quatro meses afastado do futebol e multa. Isso tudo mesmo que o árbitro não tenha visto no jogo o lance da mordida.