terça-feira, 9 de outubro de 2012

PMDB Mantém Maioria de Prefeituras; PSB e PT Sobem, PSDB Cai.











O PMDB manteve nas eleições deste domingo (7) o título de campeão das prefeituras, ainda que com um número menor do que há quatro anos. O PSB registrou o maior crescimento entre os partidos maiores e o PSD estreou em quarto lugar no ranking municipal.

O novo partido, criado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, elegeu 491 prefeitos, beneficiando-se, principalmente, da desidratação do Democratas (DEM), legenda que mais sofreu com a transferência de políticos e que elegeu neste ano 274 prefeitos.



Dos 500 prefeitos eleitos pelo DEM há quatro anos, 105 transferiram-se para o novo PSD, segundo dados do DEM, que, nas capitais dos Estados, elegeu o prefeito de Aracaju e disputará o segundo turno em Salvador, contra o PT.

O PSD, apesar do bom desempenho, não elegeu prefeitos em capitais no primeiro turno, e enfrentará um novo round apenas em Florianópolis, contra o PMDB.

Justamente o PMDB, que elegeu 1.025 prefeitos, segundo dados do próprio partido. Eem 2008 foram 1.199. A legenda disputará outras 16 cidades no segundo turno, inclusive três capitais: além da capital catarinense, Campo Grande (MS), numa disputa contra o PP; e Natal (RN), onde o rival é do PDT.

O PMDB conseguiu duas conquistas em capitais já no primeiro turno: Boa Vista (RR) e Rio de Janeiro (RJ), com Eduardo Paes, que reelegeu-se com folga para seguir no comando da cidade durante a realização da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016.

PT e PSB sobem; PSDB cai

PT e PSB foram os dois únicos entre os grandes partidos que registraram ganhos nesta eleição, na comparação com 2008. Os socialistas tiveram o maior crescimento, passando para 416 prefeituras, ante as 314 de quatro anos atrás, segundo o partido.

Nas capitais, o PSB elegeu o prefeito de Recife (PE), com o apoio do governador e presidente nacional do partido, Eduardo Campos, e reelegeu o prefeito de Belo Horizonte (MG), com o apoio do senador Aécio Neves (PSDB).

A legenda participará, ainda, do segundo turno em Porto Velho (RO), contra o PV, além das disputas em Fortaleza (CE) e Cuiabá (MS), contra o PT.

Já o PT elegeu prefeitos em 624 cidades no domingo. Em 2008, o PT elegeu 558 prefeitos, segundo a assessoria petista. Em Goiânia (GO), o prefeito petista assegurou um novo mandato sem a necessidade de um novo turno.

O PT terá candidatos no segundo turno em seis capitais e outras grandes cidades. Além de Salvador, Fortaleza e Cuiabá, repetirá a rivalidade contra o PSDB em São Paulo (SP), Rio Branco (AC) e João Pessoa (PB).

Havia temor no PT sobre o reflexo do julgamento da Ação 470, o chamado mensalão, no desempenho de candidatos do partido nas urnas. Apesar do andamento do processo no Supremo Tribunal Federal (STF), a legenda saiu maior da eleição.

Maior partido de oposição no plano nacional, o PSDB, por outro lado, teve uma queda acentuada nesta eleição, elegendo 693 prefeitos no primeiro turno - na eleição de 2008, foram 784 prefeitos, segundo o partido.

Entre as capitais, a legenda já assegurou a eleição em Maceió (AL), e disputará o segundo turno em outras oito.

Além de rivalizar com o PT em três capitais, o partido tentará vencer em Vitória (ES), contra o PPS; Manaus, contra o PCdoB; Belém, contra o PSOL; São Luís, contra o PTC; e Teresina, contra o PTB.

O segundo turno será disputado no dia 28 de outubro.