domingo, 18 de julho de 2010

"Spoke" Forró, "Spoke" Frevo!

Falou Forró, falou frevo!
Forró, o maestro da Orquestra Popular da Bomba do Hemetério.
.

O trocadilho com o verbo da lingua inglesa "speak" no pretérito, ou seja, "spoke", é apenas para não deixar de prestar, logo no título, o devido tributo às qualidades de músico do também fantástico maestro pernambucano Spok.
Mas, vamos ao Maestro Forró, descoberto por mim apenas após o carnaval de 2009, enquanto não apenas a França, mas toda a Europa já se deliciavam com sua arte há mais de cinco anos. O impacto foi tamanho que, neste carnaval de 2010, já saímos – eu e Nadja – com roteiros pendurados no pescoço, à cata dos locais onde ele e sua “Orquestra Popular da Bomba do Hemetério” estariam dando espetáculo.
Ainda bem que esse cabra da peste descobriu que o jeito certo de se tocar frevo é esse mesmo, despido não apenas de  conservadorismos, mas também de qualquer reverência à história do próprio frevo, ao seu compositor, à platéia. Compromisso único com a alegria, aquela alegria extrema e desenfreada que só conhecemos quando crianças, e que tem tudo a ver com o frevo rasgado, com o carnaval pernambucano. Quem seria capaz de frevar estando triste?


Encontramos na Livraria Cultura seu DVD logo após este último carnaval e já o assistimos pela enésima vez, sempre contendo o choro que, a cada delírio da platéia, ou cada misura maluca desse artista maravilhoso, teima em me deixar desconsertado diante dos demais.
Nos encontros mensais com os filhos para comidinhas japonesas e churrasco, começamos sempre com o  DVD do Maestro Forró e sua maravilhosa orquestra, que é para espantar qualquer sinal de tristeza ou de saudade.
Hoje tivemos mais um desses preciosos encontros, e tristeza alguma se atreveu a tomar parte.
Salve o maestro Forró, e toda sua gente da Bomba do Hemetério.
.
.
.
.
.

2 comentários:

  1. Nadja8:33 AM

    Que maravilha de texto amor, concordo em gênero, número e grau com tudo o que foi dito. Mas não deixando de ressaltar, a sua emoção contida com a apresentação de FORRÓ, talvez tamanha admiração venha da beleza e simplicidade que o MAESTRO da orquestra e da vida dedica ao seu maravilhoso PAI.
    Eu sei exatamente o quanto isso representa para vocÊ...
    Um beijo estrelado de Frevo
    Ah! É importante registrar também a primeira vez o viu, no calor contagiante do Galo da Madrugada...

    ResponderExcluir
  2. É verdade, amor. Sempre fui, e tenho estado ainda mais sensível a essas relações pai x filhos. Beijo carinhoso.

    ResponderExcluir