sexta-feira, 31 de março de 2017

ANULAR O GOLPE. SÓ OS COVARDES DO STF PODERIAM TOMAR ESSA HONROSA ATITUDE




MAS ISSO SÓ SERIA POSSÍVEL SE TIVÉSSEMOS MINISTROS NO STF QUE NÃO ESTIVESSEM NO MESMO BARCO DO "TOMA LÁ DÁ CÁ" ENVOLVENDO O LEGISLATIVO E A MÍDIA. OS MINISTROS DEIXAM PRESCREVER AS AÇÕES CONTRA OS PARLAMENTARES E, EM TROCA, ESSES LHES DÃO AUMENTOS VULTOSOS DE SALÁRIOS.

Os 11 ministros do Supremo Tribunal Federal ainda têm uma última chance de limpar suas biografias, depois de terem permitido a maior tragédia da história do Brasil, que foi o golpe parlamentar de 2016; com a condenação do ex-deputado Eduardo Cunha a 15 anos e quatro meses de prisão, confirma-se o que foi dito pelo escritor português Miguel Sousa Tavares sobre o impeachment: "uma assembleia de bandidos presidida por um bandido"; o que ninguém consegue explicar é por que o STF só afastou Cunha do comando da Câmara depois que ele pôde ferir de morte a democracia brasileira, permitindo que os 54 milhões de votos da presidente legítima Dilma Rousseff fossem jogados no lixo; além da condenação de Cunha, uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira revela que, para 90% dos brasileiros, o Brasil segue no rumo errado sob o comando de Michel Temer, cuja gestão é um fiasco ético, social e econômico.
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário