quinta-feira, 29 de junho de 2017

CANDIDADO DA LAVA JATO PARA 2018 - CARLOS FERNANDO DALLAGNOL - VICE SERGIO MORO



LAVA JATO PODE DEIXAR DE INTERFERIR NA ELEIÇÃO DE 2018 E LANÇAR SEU PRÓPRIO CANDIDATO: CARLOS FERNANDO DALLAGNOL - VICE SERGIO MORO



O advogado Cristiano Zanin Martins, que defende o ex-presidente Lula, rebateu nesta quarta-feira 28 uma postagem feita pelo procurador da Lava Jato Carlos Fernando dos Santos Lima nas redes sociais.
 
Santos Lima faz uma dura crítica ao discurso de Michel Temer desta terça, em que o peemedebista insinuou que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, teria levado dinheiro da JBS para lhe imputar uma denúncia.

O procurador diz que, do jeito que Temer tem tocado seu governo, "é capaz de atuais acusados pela Lava Jato, também não qualificados para o cargo, consigam apoio da sociedade para voltar para a presidência". "É só lembrar que o governo incompetente de José Sarney levou ao desastre do governo Collor", acrescenta.

Para Zanin, a "publicação (...) deixou clara atuação da operação Lava Jato para impedir que Lula possa 'voltar para a Presidência'". "Depois de a defesa comprovar sua inocência na ação do tríplex, a Lava Jato quer condenar Lula com base em teorias despropositadas", escreveu o advogado, em sua conta no Twitter.

"Se a Força Tarefa quer interferir na próxima disputa à Presidência deve lançar candidato e não usar do processo para essa finalidade", completou Zanin.

Nenhum comentário:

Postar um comentário