sábado, 29 de julho de 2017

PRESSIONADO POR LULA, MORO CEDE E ACEITA CARA A CARA



Cada dia mais desmoralizado por suas decisões parciais e pelo seu público envolvimento com o gangster Aécio Neves, Moro não teve outra saída senão aceitar o cara a cara com o ex presidente Lula, que o derrotou no último depoimento em Curitiba


Em despacho publicado nesta sexta-feira, 28, o juiz federal Sérgio Moro aceitou a negativa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em realizar depoimento por videoconferência em nova ação penal e confirmou o segundo encontro pessoal entre os dois no dia 13 de setembro; segundo o advogado do ex-presidente, Cristiano Zanin Martins, não havia nenhuma justificativa concreta para o juiz alterar o procedimento do depoimento. Zanin enumerou seis argumentos contrários à decisão de Moro de não receber Lula pessoalmente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário