quarta-feira, 18 de outubro de 2017

ENROSCADO COM AÉCIO, GILMAR NÃO VÊ NADA DE MAIS NA DECISÃO DO SENADO EM DESRESPEITAR DECISÃO DO STF



Desmoralizados perante a Nação, agem como se tudo fosse extremamente normal. Apartamentos e casas apinhadas de malas de dinheiro; gravações expondo o lado assassino de um senador; Habeas Corpus desavergonhados; um STF de rabo preso a um Congresso onde rasteja a maior concentração de bandidos por m2 do mundo.

A decisão do Senado que derrubou o afastamento do senador Aécio Neves (PSDB) cargo, determinado pelo Supremo Tribunal Federal, foi uma decisão "absolutamente normal" para o ministro Gilmar Mendes; "Acho que a crise é uma tempestade em copo d'água. Eu estou vendo vocês na imprensa excitados com isso, ah, porque desautorizou o Supremo... A constituição prevê isso", disse Gilmar; Aécio foi denunciado em junho pela Procuradoria-Geral da República por corrupção passiva e embaraço a investigações, acusado de aceitar propina de R$ 2 milhões do Grupo J&F, repassada por um executivo do grupo a um primo do tucano e a um auxiliar parlamentar.





segunda-feira, 16 de outubro de 2017

UM STF COMPLETAMENTE COVARDE E DESMORALIZADO



Acovardados diante das quadrilhas que assaltam a Nação, os membros do STF se rendem aos seus patrões.

"O STF criou uma desordem constitucional. Para casos diferentes, mas com a mesma natureza jurídica, aplicou decisões ao sabor das conveniências: uma para Eduardo Cunha, outra para Delcídio do Amaral, uma terceira para Renan Calheiros e uma quarta para Aécio Neves. A sociedade não pode ter fé e respeito a um tribunal que age dessa forma", critica o cientista político Aldo Fornazieri ao comentar a decisão do Supremo Tribunal Federal que entregou ao Senado a decisão final sobre o afastamento do senador Aécio Neves (PSDB); "Se em algum lugar a Constituição garante proteção a políticos criminosos, isto é contra os fundamentos e o STF precisa pronunciar-se e adotar providências. Se não é assim, a nossa Constituição não é nem democrática e nem republicana. É uma Constituição refém de covardes, de sofistas e de corruptos".


domingo, 15 de outubro de 2017

SERGIO MORO É UM FORA DA LEI: DIZ LINDBERGH FARIAS.

EM CONSPIRAÇÃO MACABRA CONTRA O ESTADO DE DIREITO, CANALHAS SE UNIRAM E DEPUSERAM UMA PRESIDENTA HONESTA COM MANDATO LEGÍTIMO, E A SUBSTITUÍRAM PELA IMENSA QUADRILHA INSTALADA NO CONGRESSO NACIONAL E NO JUDICIÁRIO, COM O APOIO DA MÍDIA HISTORICAMENTE GOLPISTA

Senador lembra que recibos de aluguel entregues pela defesa do ex-presidente ao juiz Sergio Moro foram impressos em "5 máquinas, diferentes cartuchos. É o que diz a perícia. mas Moro dá ultimato para receber os originais, insiste que todos foram assinados no mesmo dia e ainda se diz imparcial"; "Moro é um juiz FORA DA LEI", completa Lindbergh Farias (PT-RJ); a senadora Gleisi Hoffmann, presidente do PT, fez a mesma crítica, destacando que o magistrado está "irredutível"; Moro deu um prazo de 48 horas para que a defesa de Lula entregue os originais, atendendo a um entendimento do Ministério Público de que os recibos são "ideologicamente falsos"


sexta-feira, 13 de outubro de 2017

CARMEM LUCIA: A COVEIRA DO PUTREFATO STF



Completamente desmoralizado perante a Nação porque conivente com o golpe e rendido aos gangsteres do Congresso por conta do toma-lá-dá-cá, o já putrefato STF é enterrado de vez com voto de minerva da sua presidente Carmem Lucia.

Após o Supremo Tribunal Federal - com voto de minerva da presidente Carmem Lucia - decidir que medidas cautelares que o Senado ou a Câmara dos Deputados é que devem tomar uma posição sobre a continuidade ou não do exercício do mandato parlamentar, a Corte ficou no meio do caminho, mas no mau sentido"; "Tomou a decisão que era esperada e mais indicada para evitar um confronto institucional entre o Supremo e o Senado, mas o fez de modo confuso e envergonhado: acabou a "última instância"



EM VOTAÇÃO SECRETA NO SENADO, AÉCIO TERÁ A PROTEÇÃO DA "FORÇA TAREFA" DE ROMERO JUCÁ



A maior concentração de bandidos por metro quadrado do mundo julgará o delinquente mor da Nação.

Depois da decisão do Supremo Tribunal Federal que transferiu ao Congresso o poder de decidir sobre medidas cautelares, como afastamento do mandato e recolhimento noturno, o Senado já manobra para que possa salvar o senador Aécio Neves (PSDB-MG) sem que os parlamentares tenham o desgaste de votar a favor de um parlamentar flagrado num esquema de R$ 2 milhões em propinas da JBS; a saída, para os senadores, é o voto secreto; Aécio precisa de 41 votos para retomar o mandato e conta com a cumplicidade dos colegas; no entanto, constitucionalistas defendem o voto aberto.

Na verdade, os dois protagonistas do golpe de 2016, Aécio Neves e Michel Temer, estão se socorrendo de forma recíproca; de um lado, Temer montou uma operação liderada pelo senador Romero Jucá (PMDB-RR), aquele que defendeu o golpe para estancar a sangria, para salvar Aécio; de outro, o tucano escalou seu aliado Bonifácio Andrada (PSDB-MG) para fazer o parecer que prega a inocência de Temer na Câmara; fica cada vez mais claro que, com o golpe, o Brasil derrubou uma presidente honesta, Dilma Rousseff, para instalar a corrupção no poder – tanto Temer como Aécio foram flagrados nos grampos da JBS.


quinta-feira, 12 de outubro de 2017

AÉCIO MOSTRA AO STF QUE TAMBÉM É DONO DO PUTEIRO




VIROU ZONA, E OS CHEFES DO PUTEIRO MOSTRAM AS CARAS.

A ministra Cármen Lúcia, presidente do STF, votou pelo acolhimento parcial do relatório do ministro Edson Fachin, permitindo medidas cautelares, mas diz que as medidas devem ser avaliadas pela casa legislativa competente.

Apos cerca de 10 horas de julgamento, os ministros Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux e Celso de Mello votaram pela possibilidade de afastamento sem autorização da Câmara dos Deputados ou do Senado. Alexandre de Moraes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Marco Aurélio e a presidente, Cármen Lúcia, votaram pela necessidade de aval do Legislativo.

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

BOLSONARO É CONDENADO MAIS UMA VEZ POR PRECONCEITO E AGRESSÃO



O deputado federal Jair Bolsonaro foi condenado pelas declarações preconceituosas proferidas contra quilombolas em abril; em palestra no Clube Hebraica, no Rio, Bolsonaro disse, entre outras coisas, que os quilombolas "não servem nem para procriar"; ele acaba de ser condenado a pagar R$ 50 mil por danos morais.


terça-feira, 3 de outubro de 2017

EX-REITOR CANCELLIER: O ÓDIO PLANTADO POR SERGIO MORO FAZ MAIS UMA VÍTIMA FATAL



O ÓDIO QUE SERGIO MORO E OS PROCURADORES DA LAVA JATO PLANTARAM NO PAÍS COMEÇA A DAR SEUS MAIORES E HORRÍVEIS FRUTOS
PRIMEIRO FOI DONA MARISA LETÍCIA QUE TEVE UM AVC POR NÃO SUPORTAR AS MOLECAGENS DESSES CAFAJESTES.
AGORA FOI O EX-REITOR DA UFSC LUIZ CARLOS CANCELLIER DE OLIVO QUE, NO SEU LIMITE DA DOR, PREFERIU DEIXAR A VIDA
É PRECISO ACABAR COM A CULTURA QUE A LAVA JATO SEMEOU: DA PRESUNÇÃO DA CULPA, DA EXPIAÇÃO ANTES DO JULGAMENTO, DA INOBSERVÂNCIA DO DEVIDO PROCESSO LEGAL EM NOME DO COMBATE À CORRUPÇÃO.
NÃO HÁ MORALIDADE NA INOBSERVÂNCIA MORAL

"Cada qual tem seu limite para a dor. Na onda de punitivismo que tomou conta do Brasil, em que o castigo vem antes da apuração da culpa, dona Marisa Letícia não suportou a perseguição que se abateu sobre Lula e toda a família e sofreu um AVC fatal. Agora foi o ex-reitor da UFSC, Luiz Carlos Cancellier de Olivo que, no seu limite da dor, preferiu deixar a vida", avalia a colunista do 247 Tereza Cruvinel; "Coincidência ou conveniência, o juiz Sergio Moro declarou ontem que a Lava Jato está perto de chegar ao fim. Não é a Lava Jato em si que precisa acabar, se ainda houver ilícitos a investigar. O que precisa acabar é a cultura que ela semeou, da presunção da culpa, da expiação antes do julgamento, da inobservância do devido processo legal em nome do combate à corrupção. Não há moralidade na violência moral"


domingo, 1 de outubro de 2017

REFIS VAI PARCELAR RESTITUIÇÃO DE DINHEIRO ROUBADO DA NAÇÃO



AS GANGS SE PROTEGEM
O PROGRAMA DE REFINANCIAMENTO DE DÍVIDAS INCLUI O PARCELAMENTO DOS VALORES ROUBADOS DA NAÇÃO PELAS GANGS INSTALADAS NO PODER

Era só o que faltava. O novo programa de refinanciamento de dívidas (Refis), negociado na Câmara às vésperas da decisão sobre a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer, ganhou um adendo surreal: a permissão para que os condenados por corrupção possam obter descontos e parcelamento da quantia que roubaram do dinheiro público e serão obrigados a devolver aos cofres da União, isto é crime de responsabilidade.

sábado, 30 de setembro de 2017

CUNHA ENTREGA MORO E SEUS DALLAGNOL'S




O OBJETIVO É PRENDER LULA E EM SEGUIDA ABANDONAR A LAVA JATO
ESSE CAFAJESTE TOGADO PRA MIM NÃO VALE NADA

O mundo das delações premiadas é uma imundície. Cunha 'denuncia um mercado clandestino de delações'. Nele, os delatores dizem o que se quer que seja dito. Cunha afirma claramente que ele era o “troféu compensatório” para a perseguição a Lula. Afinal, prendendo-se Cunha, depois do impeachment, mostrava- se que a Lava Jato era imparcial", escreve Fernando Brito, editor do Tijolaço.


A verdade é que Sérgio Morão está cansado e confidenciou a um amigo que pretende deixar a 13ª Vara, a da Lava Jato e mudar para outra; a informação é da coluna Radar, da revista Veja; nota diz que quem conhece Moro tem afirmado que ele pretende só finalizar os processos conta o ex-presidente Lula para então deixar a Operação Lava Jato.

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

YEDDA CHRISTINA CHING SAN FILIZZOLA ASUNÇÃO, A ARBITRÁRIA





A arbitrária que tem nome cuidadosamente enfeitado com letras duplas e outras frescuras, e sobrenomes que vão da China aos States, passando pela Itália e Portugal: Yedda Christina Ching San Filizzola Asunção.



Na última semana, uma juíza do Rio de Janeiro deu voz de prisão a um morador de rua que estava na calçada do Fórum carioca; em resposta, diversos juristas publicaram manifesto repudiando a atitude autoritária da magistrada, que também tentou impedir a divulgação das imagens da sua atitude abusiva: "Não bastasse o arbitrário comportamento por parte de quem deu voz de prisão sem qualquer fundamento fático e jurídico, há de se questionar a posterior tentativa de impedir com que as imagens circulassem, sob o argumento de que estaria sendo violado o direito à imagem. O deplorável episódio se deu em via pública e praticado por autoridade pública, não sendo, portanto, crível valer-se de um argumento que tenciona tão-somente ocultar o teratológico", diz a nota dos juristas.

Diversos advogados têm repudiado a conduta da magistrada Yedda Christina Ching San Filizzola Asunção, titular de uma vara criminal no Rio de Janeiro, que na última semana protagonizou diversos episódios de autoritarismo, a começar pela voz de prisão contra um morador de rua que estava na calçada do Fórum.


terça-feira, 26 de setembro de 2017

STF DESMORALIZADO - MARCO AURÉLIO SENTA NO P... DE MALUF, ASSIM COMO FEZ NO DE AÉCIO



APÓS FACHIN VOTAR POR PRISÃO DE MALUF, MARCO AURÉLIO "PEDE VISTAS" E SENTA NO PROCESSO, COMO FEZ COM O P... DE AÉCIO NEVES, CUJA PRISÃO ATÉ HOJE AINDA NÃO FOI VOTADA

Após o voto do ministro relator Edson Fachin, um pedido de vista do ministro Marco Aurélio Mello adiou a decisão final da Primeira Turma do STF sobre a prisão do deputado federal Paulo Maluf (PP-SP), condenado pelo próprio colegiado, em maio, a mais de sete anos de reclusão pelo crime de lavagem de dinheiro.


BELA FRANCO, MÃE DO ECONOMISTA DO PSDB GUSTAVO FRANCO, É COLOCADA À VENDA POR ZÉ DE ABREU




Gustavo Franco, economista do PSDB, com sua mãe Bela Franco

O economista Gustavo Franco, do PSDB, propôs a privatização do Banco do Brasil. Segundo ele, a crise na Petrobrás abriu uma "janela" para a retomada das privatizações no País, e que o Banco do Brasil seria a estatal no momento "pronta" para a venda.
Em seguida, ele levou uma traulitada do ator José de Abreu:


"Vende sua mãe!..."



domingo, 24 de setembro de 2017

TEMER E AÉCIO, OS ARTÍFICES DO GOLPE, SÃO OS CAFAJESTES MAIS REJEITADOS DO PAÍS

Na reserva estão o general Mourão, Luciano Huck, Sergio Moro, Deltan Dallagnol, Hélio Bicudo, Rodrigo Maia, os irmãos Marinho, Alexandre de Moraes, Carmen Lúcia, Moreira Franco... e caterva


Protagonistas do golpe de 2016, Michel Temer e o senador Aécio Neves se tornaram os nomes mais rejeitados da política brasileira, segundo a pesquisa Ipsos; Temer, denunciado por corrupção, obstrução judicial e comando de organização criminosa, já é repudiado por 94% dos brasileiros; Aécio, que poderá ter seu pedido de prisão julgado na próxima terça-feira, por envolvimento no esquema de propinas da JBS, é rejeitado por 89%; os dados comprovam que o golpe parlamentar, além de destruir a economia e a imagem do Brasil, foi também fatal para os seus articuladores.

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

RAUL JUNGMANN: DESMORALIZADO E CALOTEIRO

DESMORALIZADO POR GENERAIS DO EXÉRCITO QUE NA PRÁTICA LHE DEVERIAM OBEDIÊNCIA, RECOLHE-SE A TODA A SUA INSIGNIFICÂNCIA.


Ministro da Defesa, Raul Jungmann, pediu explicações ao comandante do Exército após um general da ativa ter sugerido a intervenção militar caso o Judiciário não consiga resolver "o problema político"; em nota, o ministro afirma que foram discutidas "medidas cabíveis a serem tomadas" em relação ao general Antonio Hamilton Mourão, secretário de Finanças do Exército, mas não disse que medidas poderiam ter sido tomadas;

Em resposta, o Comandante do Exército General Eduardo Villas Boas anunciou aos quatro cantos que o General Mourão não será punido e que falou o que tinha que falar.

Desmoralizado, o ministro do governo desmoralizado colocou o rabo entre as pernas e sumiu do mapa.


sábado, 16 de setembro de 2017

DODGE DART 30 DIAS PARA SAÍDA DA EQUIPE DA LAVA JATO DA PGR





NOVA PROCURADORA GERAL DA REPÚBLICA, DODGE DART 30 DIAS PARA SAÍDA DA EQUIPE DA LAVA JATO NA PGR



A nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, estipulou o prazo de30  dias para a saída da atual equipe da Lava Jato no órgão, nomeada por seu antecessor e adversário, Rodrigo Janot; a portaria com a decisão será publicada por Dodge após sua posse, na segunda -feira (18); a nova procuradora-geral vai estabelecer que os principais nomes da atual equipe formem um gabinete de transição, com duração de 30 dias para passar as informações à nova equipe





quinta-feira, 14 de setembro de 2017

UNACKNOWLEDGED - UM ASSUSTADOR DOCUMENTÁRIO RECÉM LANÇADO SOBRE OVNIS



IMPACTANTE ESSE DOCUMENTÁRIO. DISPONÍVEL NA NETFLIX


Todo projeto feito na televisão ou no cinema sobre OVNIS ou ufologia geralmente é visto como um produto fantasioso. A mídia, durante as últimas décadas, desempenha um papel fundamental na banalização das pesquisas sérias que são feitas por entidades que tentam levar o público documentos secretos que tratam sobre casos extremamente relevantes. Unacknowledged é um documentário resultado no esforço do ufólogo Steven M. Greer, fundador do Center for the Study of Extraterrestrial Intelligence, que dá um ótimo patamar sobre o estado das pesquisas feitas pelo seu grupo, sobre a transparência e sobre o deep state nos Estados Unidos.

Com narração de Giancarlo Esposito, temos uma proposta de narrativa linear que traça como o governo americano tratou os OVNIS desde o Caso Roswell, em 1947 até os dias atuais. O documentário ganha credibilidade ao intercalar entrevistas de oficiais da aeronáutica e do governo estadunidense com frases impactantes de pessoas como Jimmy Carter, Harry Truman e Roscoe H. Hillenkoetter (primeiro diretor da CIA) sobre o caso. O que mais chama a atenção é que em nenhum momento Greer tenta impor sua visão como a verdade única e absoluta. Sim, ele tem a crença de que alienígenas existem – mas deixa claro que o governo tem milhares de arquivos secretos, desclassificados recentemente, que comprovariam uma grande conspiração para evitar que a população tenha acesso a verdade.

Aliás, Unacknowledged também tem como objetivo afastar a imagem de que ufólogos e pesquisadores da área são pessoas malucas ou apenas teóricos da conspiração em busca de 15 minutos de fama, como citei na introdução. O documentário é interessante até mesmo para quem não acredita em nada do que foi exposto, já que deixa clara a linha de argumentação de um dos principais nomes do tema atualmente. Fora isso, alerta para a necessidade de tentar ao máximo extrair informações que ainda são mantidas como segredo de estado pelo governo, como as operações da famosa Area 51.

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

CARTA ABERTA AO COXINHA ZEZÉ DI CAMARGO



E o analfabeto falou: "Todo mundo falava que vivíamos em uma ditadura, mas nós não vivíamos em uma ditadura, vivíamos no militarismo vigiado. Ditadura é Venezuela, Cuba, Hungria, Coreia do Norte, China, até o Chile com Pinochet. O Brasil nunca chegou a ser uma ditadura"

Por Ernesto José de Carvalho, o Ernestinho, no Viomundo


Caro Mirosmar, mais conhecido como Zezé de Camargo,

Acordei hoje e de cara recebi com tristeza sua entrevista, onde o senhor afirma que não houve Ditadura no Brasil e sim uma liberdade vigiada. Deixe-me lhe contar uma história.

Meu pai, assim como você e milhões de brasileiras e brasileiros, veio pra São Paulo atrás de uma vida melhor, também vindo do interior do país, no caso do meu pai e seus quatro irmãos e uma irmã saíram de Muriaé-MG, nos anos 50, todos com idade abaixo de 15 anos.

Também trabalharam na roça pra ajudar no sustento da família (ouvi dizer que também foi seu caso), ao chegar a São Paulo, período ainda da industrialização, passaram a trabalhar no pesado, meu pai Devanir trabalhava como louco de dia e à noite fazia curso para se tornar torneiro mecânico, meus tios Jairo e Joel, gráficos, e o Daniel e Derly, metalúrgicos.

A história deles se confunde com a sua e a de milhões de retirantes até aqui, só até aqui.

Diferentemente de você todos eles passaram a se indignar com o sofrimento vivido pela grande maioria de seus semelhantes, em condições de extrema pobreza causada pela enorme desigualdade social, imposta por uma política escravagista, excludente, elitista e cruel.

No início dos anos 60, todos eles já estavam comprometidos com a construção de uma resistência constitucional via sindicatos de classe, movimentos sociais e partidos políticos — assim como deve ser num estado democrático.

A eleição de 1960 levou à presidência pelo voto direto o Sr. Jânio Quadros e seu Vice João Goulart.

Com a renúncia de Jânio (forças ocultas, lembra?), João Goulart assumiria a presidência em 1961, propondo as reformas de base, Educacional, Política, Agrária e Fiscal, que atenderiam às demandas da população mais vulnerável e desprotegida economicamente.

Por essa razão, unicamente por ela, setores da elite econômica se aliaram aos militares — digo, alguns setores do Exército brasileiro — e passaram a conspirar para que o Vice-Presidente não assumisse o cargo.

Entre 1961 e 31 de Março de 1964, o que se viu no país foi uma sequencia de um jogo antidemocrático, criando uma tensão política insustentável.

Na noite de 31 de Março de 64, tiraram nosso presidente à força do cargo.

A partir daí, para manter o status quo, os militares implementaram uma das mais sanguinárias ditaduras do mundo, caro Zezé.

Perseguiram e mataram seus opositores políticos — como o Deputado Rubens Paiva, preso e morto nos porões da Ditadura — jornalistas como Wladimir Herzog, preso e morto nos porões da ditadura, artistas presos, torturados, banidos do país e muitos assassinados, também nos porões da Ditadura.

Muita gente, mas muita mesmo, de diversos setores da sociedade, resistiu à violência do estado, muitos camponeses assim como meu pai e tios, também resistiram, diferentemente de você, que virou as costas aos seus contemporâneos, à sua gente simples, da roça, que carrega em seus semblantes a pele marcada pelo sol forte do trabalho duro do campo.

Essa gente nunca se esqueceu das belas paisagens do campo, da simplicidade do interior, da solidariedade dos vizinhos, da confiança entre homens e mulheres.

Acima de tudo, eles nunca perderam a dignidade.

Meu pai Devanir José de Carvalho foi preso e torturado até a morte em 5 de Abril de 1971, aos 28 anos; minha mãe foi presa e banida do país aos 25 anos; meu tio Jairo José de Carvalho, preso, torturado e banido do país aos dezessete anos; meu tio Derly José de Carvalho, preso, torturado e banido do país aos 30 anos; meu tio Daniel José de Carvalho capturado aos 26 anos, nunca encontramos seu corpo; meu tio Joel José de Carvalho capturado aos 25 anos, nunca encontramos seu corpo; eu, aos três anos de idade, sai do Brasil clandestinamente com minha mãe, vagando por vários países, fugindo de outras ditaduras e do pavor de sermos capturados pelos senhores que “vigiavam” a sociedade brasileira.

Desculpe, caro Mirosmar, a Ditadura existiu, e foi uma das mais sanguinárias da história recente da humanidade.

Ernesto José de Carvalho

11 de Setembro 2017


sexta-feira, 8 de setembro de 2017

SOBRE TORTURADORES POETAS E TORTURADOS HERÓIS







DA PARAÍBA À NASCENTE DO RIO MOÁ NO ACRE, OU DO ARROIO CHUÍ AO MONTE CABURAÍ EM RORAIMA, OS COVARDES TORTURADORES ENTRAVAM EM ÊXTASE DIANTE DE SUAS VÍTIMAS FORTEMENTE AMARRADAS E FRAGILIZADAS





A seguir, texto de Cillo Mello, recebido via Facebook



Antes da Constituição de 1.988, as torturas físicas eram liberadas nos porões das delegacias, na famosa "sala de pau-de-arara”, o suspeito era colocado nu, pendurado entre duas mesas, preso por um cano de ferro, o qual passava entre suas pernas e braços, na famosa posição de "frango assado “!!!
ALI O SUJEITO CONTAVA TUDO, e os investigadores com as gavetas cheias de Boletins de Ocorrências de autoria desconhecida, fazia o infrator assinar até o que não fez, para esvaziar as gavetas!!! A Constituição Federal de 1.988 determinou o fechamento dessas salas, e o acusado tem o "direito" de só falar em juízo!!!
Sem uma "sala de pau" para pendurar os petistas, a Justiça Federal da "Republica de Curitiba" aplica a mais sórdida chantagem para extrair as mentiras nas delações!!!
Foi assim com Paulo Roberto Costa, se não entregasse o que ELES queriam, a filha iria ser presa!!!
O Cerveró também protegeu a família, aliás TODOS que delataram, tiveram dois motivos: PRESERVAR A FAMÍLIA, E ESCAPAR DA CADEIA!!!
O Vaccari Neto não cedeu a chantagem e viu sua cunhada ser humilhada, presa, e solta depois de três dias, e o Juiz infrator nada sofreu por ter causado esse dissabor na vida de uma mulher honesta!!!
José Dirceu era a grande aposta para a "delação fajuta”, afinal com mais de 70 anos não iria querer morrer na cadeia, e a pressão foi enorme, tentaram prender o irmão dele, mexeram com sua genitora com mais de 90 anos, foram inoportunos com a atual esposa e filha, mas ali se tratava de JOSÉ DIRCEU, o velho Zé Dirceu de todas as lutas, poderiam pendurar ele por dias no pau de arara que nada saia de sua boca, muito menos as mentiras contadas pelo Palocci!!!
O Palocci foi a bola da vez, e não suportaria ver sua esposa ou filhos presos, razão que decorou um texto, foi na frente de uma autoridade e falou o que ELES quiseram ouvir e divulgar na imprensa!!!
Apesar de ser um petista histórico, o Palocci é um ser humano frágil, pelo que me consta nunca participou de uma guerrilha, portanto vulnerável a cair nessas armadilhas e pressões exercidas nos porões das ilegalidades da nossa "justiça"!!!
Não vi na integração que ele disse, não tive estomago, mas a coisa é tão fajuta que chega a ser risível e preocupante, afinal até onde vai a capacidade de mentir para tirar o Lula do páreo???
O Palocci fala em pacto de sangue, coisa de mafioso, cita cifras, mas não é capaz de provar!!! A PALAVRA DO PALOCCI É FLECHA JOGADA AO VENTO, SEM ALVO DEFINIDO!!!
O que um delator fala só deveria ter credibilidade após minucioso trabalho investigativo em busca de provas, para daí torna-las públicas!!!
A PALAVRA DE UM DELATOR SEM PROVAS, DEVERIA TER MENOS VALOR, QUE UM PARDAL MORTO, AFINAL UM PARDAL MORTO AINDA TEM A GRANDEZA DE ALIMENTAR AS FORMIGAS!!!
Tudo é feito com precisão cirúrgica, senão vejamos:
- O Lula termina uma caravana pelo Nordeste, com alto índice de popularidade!!!
- O Procurador denuncia o Lula e a Presidenta Dilma por "SUSPEITA" de compor uma organização criminosa!!!
- O Jornal o Globo traz na capa essa matéria em letras garrafais, e logo abaixo mostra as malas e caixas de dinheiro sem legenda, dando a entender que a manchete está intimamente ligada aquela foto!!!
- O Palocci MENTE que nem SENTE, e o alvo todos sabemos: Luis Inácio Lula da Silva!!! Eles apostam as últimas fichas na delação do Palocci, e fica evidente que tudo isso tem um objetivo: Criar uma cortina de fumaça para que o TRF-4 confirme a sentença, e a opinião,pública se dê por satisfeita, afinal foi uma delação de um cardeal do Partido !!!
Enquanto ELES tentam construir mentiras contra o Lula , minha amiga Nina Casaroto bem lembrou que algumas coisas que foram bombas ontem , já cai no esquecimento hoje :
- A quantas andam o Processo contra o Aécio Neves??? Contra sua irmã??? Vou me inteirar e divulgo nos próximos textos!!!
A campanha do Lula é maior que as mentiras dos delatores, e o povo não é bobo, já sabe agir com discernimento!!!
Quanto ao Palocci fica a triste realidade que o ser humano é frágil, covarde e inconsistente!!! Foi a grande decepção para muitos!!! O Palocci teve respaldo moral do P.T. em sua vida pública, e apesar de processado diversas vezes por má gestão na Prefeitura de Ribeirão Preto, e por questões nada republicanas quando Ministro, o Lula sempre esteve ao seu lado, dando apoio moral, até a sentença final, todas absolutórias!!!
A RECIPROCA NÃO FOI VERDADEIRA!!! Mesmo que fosse verdade, o Palocci deveria ser homem e proteger um amigo que não o abandonou na trincheira ferido ( ...) SENDO MENTIRA , a situação tornou o Palocci um ser desprezível , sem moral , mostrando que o povo de Ribeirão Preto tem razão quando hostiliza ele em público !!!
Luis Inácio Lula da Silva e a Presidenta Dilma Rousseff são maiores que as mentiras que contam sobre eles!!!
O povo saberá avaliar nas urnas quem tem razão!!!
ASSIM ESPERO!!!


Cillo Mello


quinta-feira, 7 de setembro de 2017

O SALÁRIO DE MORO, ACIMA DO TETO, FAZ PARTE DE UM ESQUEMA GENERALIZADO E PERIGOSO DE CORRUPÇÃO




ESTE É O ÍNCLITO JUIZ SERGIO MORO
O professor universitário Fabiano Kenji Nohama pesquisou mês a mês o salário que Sergio Moro recebeu desde janeiro de 2015 e mostra com números que a maior celebridade do Poder Judiciário é contumaz na ação de furar o teto constitucional.
Ao votar contra o aumento de 16,38% no salário dos ministros do Supremo, Barroso disse que considera uma “fraude” salários pagos acima do teto.
Moro teve vencimentos brutos acima do teto em todos os 32 meses pesquisados pelo professor Fabiano. Em cinco meses, o salário líquido foi superior a R$ 50 mil. Em dois, maior do que R$ 60 mil. Em um mês — dezembro de 2016 —, ultrapassou os R$ 100 mil.


domingo, 3 de setembro de 2017

STF DESMORALIZADO FOI O GRANDE PARCEIRO DO GOLPE



CONIVENTES COM O GOLPE E SENTADOS HÁ UM ANO SOBRE O PEDIDO DA PRESIDENTA DILMA PARA ANULAÇÃO DO GOLPE, OS "ÍNCLITOS" DO STF SÃO A DESMORALIZAÇÃO DA NAÇÃO

Uma das vozes mais atuantes da bancada do PT no Congresso em defesa da anulação do golpe parlamentar, o deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) defendeu, em entrevista à TV 247, que seja feita uma pressão por parte da sociedade não apenas pela queda de Michel Temer, mas também pela anulação do processo que tirou Dilma Rousseff da presidência; "Fazer pressão junto ao Supremo é exigir um compromisso da Corte com a democracia", diz ele; para o parlamentar, "uma quadrilha está hoje saqueando o Brasil"; "Eu acredito que essas privatizações são um pacote de contrapartida ao mercado para sustentação do Temer", avalia; ele define a denúncia do advogado Rodrigo Tacla Duran contra o amigo do juiz Sergio Moro como "gravíssima"; "Eu não sei por que insistem em manter este juiz à frente deste processo. Eu acho que esta manutenção compromete a operação", afirma.


sábado, 2 de setembro de 2017

LULA VEM CHEGANDO PARA DESMONTAR A QUADRILHA



JOESLEY: "TEMER É O LADRÃO-GERAL DA REPÚBLICA"



“A delação premiada é por lei um direito que o senhor presidente da República tem por dever respeitar. Atacar seus delatores mostra no mínimo a incapacidade do senhor Michel Temer de oferecer defesa dos crimes que comete. Michel, que se torna ladrão geral da República, envergonha a todos nós brasileiros”, disse, em nota, o empresário Joesley Batista, da JBS; foi uma resposta à nota divulgada pelo Palácio do Planalto, em que Temer chama Joesley de grampeador-geral da República; grampos de Joesley mostram Temer avalizando a compra do silêncio de Eduardo Cunha e Lúcio Funaro, assim como as negociações para a entrega de uma mala com R$ 500 mil a Rodrigo Rocha Loures, o homem da mala da sua confiança.


domingo, 27 de agosto de 2017

NO BRASIL DO GOLPE, UM PREDADOR A SERVIÇO DO CAPITAL VENDE O PRÉ-SAL, A ELETROBRAS E A AMAZÔNIA




Fernando Bezerra Filho, um predador voraz a serviço do desmantelamento das riquezas nacionais



No Brasil pós-golpe, pouca atenção tem sido dada ao papel predatório do ministro Fernando Coelho Filho, que, com apenas 33 anos, age como o maior corretor de riquezas nacionais que já pisou em Brasília; como ministro de Minas e Energia, ele vazou para empresários canadenses a liquidação de um pedaço da Amazônia do tamanho da Dinamarca, colocou a Eletrobrás à venda e mentiu ao dizer que os preços cairiam, além de estar prestes a leiloar o pré-sal; filho do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), denunciado na Lava Jato, ele tenta vender o Brasil, antes que o golpe ou o governo Temer cheguem ao fim.


sábado, 19 de agosto de 2017

ADJALBAS PEREIRA - LOUCO É POUCO



Adjalbas Pereira é aquele tipo que acredita (ou faz que acredita) em contos da carochinha como “Não existe na história, registro de militares envolvidos com corrupção no regime militar”.





Enquanto boa parte do mundo tinha os olhos voltados para o terrível ataque em Barcelona, um grupo fascistóide aguardava Lula em Salvador.

Se o propósito era o de um atentado, em breve saberemos. A verdade é que alguns deles estavam armados e pelo menos dois efetuaram disparam. Cinco foram detidos.

Um deles, Adjalbas Pereira, identificado pela polícia como um dos autores de disparo, afirmou ser militar. É um notório anti-Lula, anti-PT. Mas, sobretudo, é um maluco favorável à intervenção militar e que agora precisa ser mantido sob vigilância. Afinal de contas, mostrou do que é capaz.


Já no ano passado, mais precisamente no dia 31 de julho, ele também estava num ato contra Dilma Rousseff, no Farol da Barra em Salvador, com outra centena de desmiolados com roupas camufladas, portando uma faixa com a inscrição ‘Intervenção Militar’, que foi recolhida por agentes municipais.

Adjalbas ficou irado com a atitude.

“A gente foi argumentar para saber se tinha alguma determinação legal para a retirada da faixa, mas não falaram que lei é essa”, disse o ‘militar’ contestando o autoritarismo (!?!?). Louco é pouco.

Adjalbas Pereira concorreu em 2010 para deputado estadual pelo PSC (partido Social Cristão, o mesmo de outro famoso defensor de tiros no lugar de palavras, Jair Bolsonaro), mas não foi eleito. Teve pouco mais de 600 votos.

Sua obsessão pela intervenção militar o faz atuar em várias frentes. “A Intervenção Militar é absolutamente legal, uma vez que o Art. 1º, no seu parágrafo único, diz que: ‘todo o poder emana do povo’.


Entenderam? O texto é claro, ele diz DIRETAMENTE. “Não estando o povo satisfeito com os serviços prestados pelos servidores públicos por ele eleitos, havendo a constatação de que há um interesse nefasto dos três poderes em se perpetuarem, e que estes formam o mesmo grupo (pra não dizer ainda quadrilha) que rouba e julga, não nos resta outra alternativa”, escreveu num comentário em rede social.

Ele também menciona claramente seu alvo: “Quando se fala que as Forças Armadas destinam-se à defesa da pátria e temos o absurdo da incitação de um estadista – Lula – para que o exército de Stedilli (sic), formado pelo MST, supostos médicos cubanos e mais 50 mil haitianos vá às ruas combater os opositores, é fácil entender o que é uma intervenção militar constitucional.

E é óbvio que as ordens para que as FFAA defendam o Brasil destes milicianos jamais partirão da presidente Dilma, que é parte deste citado grupo. E aí fechamos: o poder emanará do povo de forma DIRETA, acionando as Forças Armadas para intervirem”, prosseguiu ele em sua louca cavalgada.

Adjalbas Pereira é aquele tipo que acredita (ou faz que acredita) em contos da carochinha como “Não existe na história, registro de militares envolvidos com corrupção no regime militar”.

Em 2015, deixou recado no Facebook para o ídolo Magno Malta. “Meu irmão Magno, o Brasil está caminhando para um destino perverso para as famílias. Sei bem do seu empenho como Senador e servo, pois te acompanho quase todos os dias nas suas buscas por soluções das tantas aberrações do governo do PT”, escreveu.

“Acredito sim, com toda segurança e de forma muito bem pensada e analisada, que só nos resta a INTERVENÇÃO MILITAR para salvarmos o Brasil. Precisamos dar uma virada nesse jogo, e para isso precisamos que os eleitores sejam impulsionados por seus líderes (Magno Malta, Silas Malafaia, Jair Bolsonaro, Raquel Shrherazade, Marco Feliciano e outros).”

Assim como Donald Trump, Adjalbas Pereira deve ter faltado às aulas de história. Lula que se cuide porque seus detratores, aqueles que adoram acusar o ex-presidente de iletrado, parecem mais dispostos a fazer justiçamento.