quinta-feira, 18 de junho de 2015

SEM ESPAÇO NO PSDB, AÉCIO TENTA A VENEZUELA





Uma das ideias mais idiotas da política recente                                  brasileira




Que deu na cabeça de Aécio para ir se meter nos negócios alheios na Venezuela?
É uma das ideias mais imbecis dos últimos anos na cena política. Tem a mesma quantidade de tolice da viagem que Kim Kataguiri empreendeu a Brasília para derrubar Dilma.
A diferença é que Kim é mirim, e Aécio já ultrapassou os 50, embora faça força para parecer um garotão.
Cada país que cuide de seus problemas.
A direita brasileira é a segunda pior do mundo, no quesito apego a mamatas e privilégios estatais. Só é batida pela direita venezuelana.
Desde que Chávez chegou ao poder – pelos votos – a direita tenta derrubar a nova ordem que nada mais fez que incluir uma vasta porção de venezuelanos relegados à miséria ao longo dos séculos.
Até um golpe foi dado. Durou pouco, e Chávez acabou reconduzido pela reação do povo e de seus antigos companheiros militares.
Neste trabalho de sabotagem contra a inclusão social e contra a democracia, a elite venezuelana tem o amparo permanente dos Estados Unidos.
Era assim com Bush e continuou assim com Obama, de quem se esperavam, em vão, mudanças.
Numa de suas grandes frases, Chávez disse que a diferença entre Bush e Obama era a mesma que existe entre seis e meia dúzia.
Chávez governou para os pobres, e recebeu deles o reconhecimento na forma de um amor irrestrito.
Ele cansou de ganhar eleições, pelo apoio popular. Mesmo quando a oposição, tradicionalmente fragmentada, se uniu com Capriles Chávez, sozinho, bateu os que queriam o retorno da velha ordem.
Doente, ele pediu que os venezuelanos votassem em Maduro caso morresse. Já não era Chávez que enfrentaria a oposição reunida, mas um semidesconhecido indicado por ele, Maduro.
E Maduro venceu, em eleições cuja lisura foi atestada por Jimmy Carter e diversos outros insuspeitos observadores internacionais.
A oposição começou a tramar contra Maduro imediatamente. O primeiro passo foi a acusação, disparatada e cínica, de fraude eleitoral.
E a sabotagem não parou mais.
Querem tirar Maduro? Que vençam nas urnas.
Mas não. A direita venezuelana, como a brasileira, quer atalhos que prescindam de uma coisa chamada voto.
O 1% venezuelano não tem nada a mostrar. Governou por séculos a Venezuela e construiu uma das sociedades mais iníquas do mundo.
Se você acha que a mídia brasileira é canalha, é porque não viu a venezuelana. Até a mãe de Chávez era constantemente xingada nas redes de tevê da Venezuela.
E é dentro desse quadro tão complicado, de boicote sistemático da plutocracia contra a democracia, que Aécio acha que tem alguma contribuição a dar aos venezuelanos.
É cômico e é trágico ao mesmo tempo.
Aécio, definitivamente, não se enxerga.
Vi, nas redes sociais, reações que contam muito sobre o caso. Várias pessoas perguntaram quanto custaria a viagem aos cofres públicos.
Até o avião da FAB seria utilizado. Pagar passagens com o próprio bolso não faz parte dos hábitos de Aécio.
Terminou em piada, claro.
O jornalista Pedro Alexandre Sanches, no Twitter, pediu a Maduro que aceitasse Aécio na Venezuela.
Para sempre.




2 comentários:

  1. Olá,

    Nós estamos aqui mais uma vez para comprar rim para nossos pacientes e eles concordaram em pagar uma boa quantia de dinheiro a todos que desejem doar um rim para salvá-los e por isso, se você estiver interessado em ser um doador ou quiser salvar uma vida, você deve nos escrever no e-mail abaixo.

    Esta é uma oportunidade para você ser rico, nós asseguramos e garantimos uma transação 100% segura com a gente, tudo será feito de acordo com a lei que orienta os doadores de rim.
    Portanto, não perca mais tempo, gentilmente nos escreva em irruaspecialisthospital20@gmail.com

    Hospital de ensino especializado em Irrua.

    ResponderExcluir
  2. Aqui, Rex é nome de cachorro.

    ResponderExcluir